quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

2009 chega ao Fim!


Depois de um longo ano, 2009 chega ao fim! Espera-se que agora o novo ano traga o seu melhor, ou pelo menos muitas coisas que o ano anterior não trouxe.
São os meus desejos para mim, e para todo o pessoal!
Felicidade, Amor, Paz e Saúde é aquilo que de melhor se pode ter para viver!
Beijinhos e abraços!
P.s - Boas entradas com pé direito, vistam alguma coisa azul bébé ou branca, o 1º beijo do ano deve ser a alguém do sexo oposto, passem tambem o ano em cima de uma cadeira. Enfim, são conselhos que a Maya deu no "Companhia das Manhãs...looool (Por acaso, isto ficou-me na memória)


Gonçalo

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Aproxima-se


O vento tende em aproximar a brisa que me arrepia e consigo trás a tristeza do momento que esbate no seio da nossa tão fresca memória. Sinto o tempo a bater a toda a hora, sinto que não caiu em esquecimento tão tragica data.

Vivemos numa memória inesquecivel, inesquecivel por maus motivos. Lá longe vejo uma mágoa que tenta a todo o custo voltar a tona e fazer com que eu volte a mergulhar bem fundo nesta dor...

Será que não há uma oportunidade de tentar virar tudo de novo? Parar o tempo, parar a dor, parar a memória, parar as causas. Este facto da vida não nos trouxe nada, simplesmente nos roubou o que de mais valor tinhamos! E agora? Algum hipotese de um dia recuperarmos o que outrora foi roubado pelo abismo da vida?

A vida segue, a custo, mas segue. Mais pobre, menos sentida, menos sorridente como devia...

sábado, 26 de dezembro de 2009

Que coisa!

Enfim, estes dias estão a ser complicados... a ansia, os nervos, o stress! Isto dá-me cabo do juizo. Eu a pensar que com o Natal, tudo acalmasse um pouco, mas não. Tanta coisa junta, tanta noite mal dormida metem-me possuido! lool


Enfim, melhores dias virão! Julgo eu... que tal esse Natal?

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Feliz Natal

E mais um dia 24 que chega! Mais uma véspera de Natal! Tudo preparado? Esperemos que sim, ou não =)


A todos os que seguem, a todos os que não seguem, aos amigos, aos não amigos, aos conhecidos, aos menos conhecidos um Feliz Natal!


A todos Saúde, Paz, Amor, Amigos e Sorte!
E fica aqui a minha prenda... E não digam mal da festa! lool

http://elfyourself.jibjab.com/view/x8gjF2AiAvj0qs9VhJYZ

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Um presente de Natal


O natal tende em aproximar-se e com ele chegam as prendas, nalguns casos aproximam-se as famílias, enche-se as casas com gente, comida sobre a mesa, alegria e animação. Certamente será esta a base da noite de natal.
Nos últimos dias tenho sentido esta aproximação festiva mas de uma maneira esquisita. Parece que me está a faltar alguma coisa. Acho que sei o que é, mas nem queria.
O maior presente era poder ver-te de novo, trocar as ideias das prendas que íamos dar as pessoas de quem gostamos, era o facto da nossa convivência que era forte. Esses tempos ficaram lá para trás com enorme pena minha. Fazes-me falta. Não só a mim, mas também. Estou só a falar por mim. A dor de não estares cá aparece mais nesta altura. Mas porque se nunca estivemos mesmo nesta altura? Pois bem, estivemos em alma, num só. Algo inesquecível. As conversas e tudo o resto eram intensas principalmente nesta altura devido aos ânimos, ansiedade, curiosidade. Enfim, tudo isso terminou.
Só gostava de poder ter-te de volta, que me pudesses dar a melhor prenda de todas que era poder estar contigo, abraçar-te, apoiar-te quando precisasses, sentir que estavas ai quando eu quisesse. Queria um só momento para te poder mostrar tudo aquilo que sentia em relação a ti como meu Amigo, como pessoa sensacional que foste e pelo que aprendi contigo.
Não me vou esquecer, estás cá dentro de mim e permanecerás para sempre. Não perdi a esperança de te reencontrar, estejas onde estiveres.
Bom natal meu Amigo, meu irmão. Estejas onde estiveres que estejas feliz.
Amo-te



[P.S- Desculpem o desabafo, mas ainda dói.]

sábado, 19 de dezembro de 2009

Viva o natal :)

Bem, chegaram as férias. Vai saber bem ficar ate dia 4 de Janeiro em casa... Mas depois vai ser a doer!
Agora não tardam em chegar as alturas festivas que por acaso nem sei como vão ser. Ainda está tudo tão incerto, mas não há vontade pra muito não! E depois com este frio de ranchar a dentuça muito menos!

Os dias vão passando, há tanto para fazer, e nada ao mesmo tempo. Não sei por onde começar! Mas com calma tudo se faz, julgo eu.

Hoje devo ir comprar as últimas prendas de natal... Que seca ter de escolher as coisas! é sempre muitaaaaaaa indecisão!

Ultimamente, temos andado a verm de viagens. Devemos ir até Paris, mas ao preço que as cenas estão pra Fevereiro, vai lá vai! Vamos la ver. As low cost, não são assim tão low cost... loool!

Enfim, boas compras a todos os bloggers :) Cá nos vemos!

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Gelidamente Gelado


E hoje está espcialmente FRIO de morrer! Não está? Ou será um calor estranho?

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

É mesmo pra deprimir


Bem, as coisas nem sempre estão bem como deviam estar. O dia de ontem mesmo pra esquecer!
Não dá pra entender porque é que as coisas não ficam no seu lugar. Mesmo, a serio!
Isto de ter namorada e cunhado hospitalizados, de eu proprio estar doente, de ter visto o meu gato a morrer a minha frente, do stress com pessoal e de tudo mais é simplesmente complicado, stressante!

Ainda por cima acontece tudo neste mes, que por si é uma beca chato... e com estas coisas todas a acontecerem uma pessoa fica sem pica nenhuma pra estas coisas.
Só espero que isto acabe bem, porque estou a ficar maluco... E muiito stressado!

Espero que fiques bem querida, estou contigo até ao fim, a rezar pra que te cures e fiques optima, como sempre. Não te esqueças que podes contar comigo. Estarei sempre por aqui, aconteca o que acontecer... até ao fim. Força e melhoras aos dois é o que desejo.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Ahhhtchiim!!


Estar com Gripe é uma secaaaaaaaaaaaaa!!!
Será Gripe A ? loool ahaha :)


quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Viagens de uma vida, fará sentido?

São nestas viagens sobre carris, que me fazem pensar o sentido das coisas. Será que fazem sentido ou não?
Cada horizonte que vejo, faz-me pensar que de concreto não tem nada. Nada em concreto faz sentido. Este tempo faz de mim o que não sou. O frio gela-me o peito, a chuva molha-me a alma. Vagueio num silêncio afogado em gritos. Vejo as horas e os dias a passar, e volto a perguntar: “que sentido isto faz?”
Não encontro justificação para as memórias que sinto a doerem-me. As sombras do passado perseguem-me, o presente pressiona-me para pensar no futuro. Faz sentido? Acho que não.
Estou aqui, olho o meu horizonte, para poder chegar até lá. Vou lá chegar? Talvez sim, talvez não. No entanto, quero poder sair deste mar que mergulhei…
Fico a sonhar no sitio para onde quero ir, para onde quero estar e o rumo a tomar. Faz sentido?

terça-feira, 24 de novembro de 2009

São saudades

Enquanto caminhava, ia observando as ruas, as pessoas, as cores que nesta época já começam a dar sinais de que o natal está perto. O natal é uma coisa boa? É. Mas por um lado, porque por outro não acho. Nem sei explicar bem. É sinal de amizade, amor, união e todas essas coisas. Mas e durante o ano não houve disso? Deixa um bocado a desejar. São nestas alturas que mais sentimos a falta das pessoas que não estão cá mais. Não é que nos esqueçamos delas durante o ano, mas por causa do ambiente que há, vem mais momentos e coisas a memória. Vem a saudade. Hoje a saudade bateu mais forte que o habitual. Senti um vazio enorme ao lembrar-me de alguém muito especial. Um amigo, um irmão. Eram nestas alturas que começávamos a conversar sobre as prendas, a quem se ia dar e o que, onde se ia passar o natal. Eram conversas até as tantas, sempre com muita palhaçada pelo meio, mas tudo tão bom, tão natural.

Agora só ficaram as lembranças guardadas. Se custa? Imenso. Esta altura, já pela segunda vez que estou a passar, é sempre a pior. Nunca pensei sentir a falta assim de alguém. Dói, é uma escuridão, um peso, uma ferida no peito que não passa. Nem sei se quero que passe. Porque se sinto isto é porque alguma coisa de muito bom aconteceu na minha vida e na de todos que dele se lembram e choram. Foram momentos, alegrias e sorrisos que marcaram esta saga que teve um fim tão cedo.
Depois de tanto ter esperado por alguém, por um amigo, por alguém especial, depressa fiquei sem isso. Sem nada. É tudo muito estranho, recordar isto é diferente, é bom mas mau ao mesmo tempo. O meu peito chora a sua perda e ausência, bem como o facto de saber que nunca mais haverá “um dia”, nada disso vai voltar, mas eu gostava. Mas é impossível. Pelo menos que eu saiba.
Não é justo perdemos alguém tão especial, tão boa, tão unida a nós. Esperei tanto por uma pessoa que nunca pensei encontrar. Já disse isto tantas vezes, mas tenho de continuar a dizer.
Vou sempre recordar-te mano, não vou esquecer o que tivemos e aquilo que ainda existe. Vives em nós como sempre viverás. Foste das melhores coisas que me aconteceu. Estejas onde estiveres espera-nos até ao dia em que voltamos a estar juntos. Só não entendo porque tiveste de ir mano.
[Se a saudade mata-se, não estaria vivo neste momento...]

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

As voltas que a vida pode dar

Gostava de um só dia poder reviver o que outrora passou. Já mencionei isto várias vezes. Mas agora, é diferente. Quero encontrar a alegria que uma vez tivemos, que uma vez construimos.
A vida tende em seguir, e tu tendes em recuar. Pergunto-te porque? Qual a razão disto? Ok, talvez saiba a resposta, mas só me consigo lembrar que a vida está a passar, que o tempo está a esgotar-se. Um dia quando dermos conta, tudo acabou. Houve um fim que podia ser evitado. Os arrependimentos, as magoas, as saudades vão surgir. E depois? Depois será um bocado tarde e recuperar tudo o que se acabou por perder.
Não tenciono apagar isto, mas sim melhora. Sozinho não consigo. Os erros, os meus erros do passado, lá ficaram. Errei como toda agente. Talvez tenha sido de mais. Agora é andar para a frente.
Gostava que visses com olhos de ver, que o que há entre nós, ninguém pode destruir. Ninguém pode acabar, pois isso depende unica e exclusivamente de nós. Não há que ter receios de ninguém, muito menos de pessoas que não interessam.
Nunca fui a pessoa perfeita, mas sempre tentei ser eu, aquele alguém que gosta de ti, que mostra que gosta mas talvez não da maneira mais correcta. Há maneira correcta pra mostrar que se gosta? Julgo que não.

Significas para mim, aquilo que eu sei que vales. Mais do que pensas, mais do que julgas.

Porque é que as coisas não podem ser mais facéis do que o que são? Há sempre complicações. E soluções facéis existem? Não entendo, nem desisto de não entender.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Reprovado


Bem, fui a exame de condução hoje. Estava num estado de nervos horrivel! No entanto, a hora a aproximar-se até me ia acalmando.
Fui o 2º a fazer exame. A minha colega fez um exame calmo, o examinador até engraçou com ela. Mas de facto ela conduziu bem. Já era a 2ª vez que lá ia. Foi a minha vez e começou-me a fazer perguntas de código, troquei com ela, e lá segui..
De inicio, andava pelo meio de ruas e ruelas, ia devagarinho. Fiz uma parte na via rápida que até correu bem. Não meti 5ª, mas sim 4ª. Sai bem, tirando o facto de na redução, o carro fazer aquele barulho todo esquecido. Eu já estava nervoso, pois já me tinha acontecido aquilo 2 ou 3 vezes.

E só tinha feito bem (sem o carro se queixar) 1 vez. E depois o examinador a dizer ao meu instrutor "Oh Luis, este assim não vai lá!" O que havia eu de pensar. Ja quase o exame a acabar, mandou me estacionar. Eu ate estava confiante, pois aquele estacionamento de lado, a andar pra trás era (pensava eu) canja!
Ao fim de 4 ou 5 tentativas a tentar estacionar, o examinador mete-me a mão no volante pois eu ia quase batendo (não sei como) e pensei logo que já estava chumbado.
Mandou-me seguir. Fomos para DGV, mandou me parar o carroem segurança. Assim foi.

No fim, começoua falar comigo, a dar-me tipo uns "conselhos" do devia ter mais atenção e tal. No estacionamento e nas mudanças/reduçoes, e pra tentar controlar as "guinadas" que eu dava ao volante, que pra ser sincero não sei como, nem entendi, nem me aperecbi.

Aqui até estava com alguma fé que ele "fechasse" os olhos e me passasse. Deu-me várias tentivas, eu sei.
Nem foi um mau examinador. Já na DGV, esperavamos os resultados e vi que tinha reprovado.
Na folha, vinha a causa do chumbo que só incluia o mau estacionamento e o quase embate no carro que estava parado.

Enfim, parece que fica prapróxima, mas é uma sentimeneto muito mau de tristeza, desilusão e frustração.

domingo, 15 de novembro de 2009

Memorias não esquecidas

A ouvir certas musicas bate a saudade. Saudade esta que está aqui sempre comigo, para todo lado. Estou a ficar maluco não sei. As vezes apetece-me rebentar. Estou tão cansado e farto de estar sempre a matutar nisto, mas seique faz parte de mim e que essas coisas nao vao desaparecer, pois está cá dentro. Bem fundo.

Estou sem força para certas coisas, apetece-me mesmo "sumir". Sinto-me a menos, sinto-me mal. Talvez um bocado psicologico. Preciso de um ombro, preciso de alguma coisa.
Deu-me para ir ver o meu "diario" de Hi5... Coisas que ja escrevi há muito tempo. Notei tanta diferença na minha forma de escrita, nos meus sentimentos, na minha atitude. Hoje,o tempo passou, e as lembranças la ficaram. Doeu ler, doeu lembrar. Gostava de sair daqui...
É um pouco arrepiante. É uma chama que arde, que queima e que dói. Isto é uma constante. Sei que não vai acabar. Por um lado é normal.
Bem, no próximo blog deixo aqui uma "marca" daquilo que fazia no tal "diario" de hi5 para teremo um bocado de noção do que era. Falarei de duas pessoas em especial, a minha namorada e o meu amigo que já não está cá. Doi dizer, mas tenho de admitir. A vida nunca mais foi o que era...

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Tudo ao contrário

Uma pessoa tenta fazer as coisas pelo lado melhor, sem inteção de nada, sempre com intuito de facilitar para ter uma vida "decente" e é sempre mau interpretado. Uma pessoa fica mesmo a "anhar".

Qualquer coisa que se diga, faça ou se pense já parece ser uma catastrofe! Para que isto tudo? Isto irrita, porque há olhos que não sabem ver aquilo que sou. É simples! Sá se sabe ver aquilo que outrora foi.
Vou começar a dar em maluco ate a bomba estoirar! Vou desistir... Não vale a pena e nem motiva. Estou cansado, mesmo muito. Mas a vida continua. Cada um é bom a sua maneira.

.

[Enfim, hoje sexta-feira 13, a ver se tenho um bocado de sorte!]

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

O que é a Amizade?


Hoje vou tocar num assunto que penso já ter falado aqui antes. Assunto esse que retrata a Amizade. Falo pois para mim é tão importante como qualquer outra coisa. Durante muito tempo, julgava que tinha os amigos todos do mundo. Falava com muita gente, estava com muita gente, ria com muita gente... Mas enganei-me.

É comum dizer-se "poucos mas bons!". Confirmo a expressão, pois antes quando pensava que tinha o mundo na minha mão pensava que eram Amigos... Mas não eram. Eram sim e apenas conhecidos, colegas, pessoas com quem estava no momento. Não todos, mas grande parte, sim!

Sentia-me feliz, acarinhado por todos, estava com todos... No entanto isso terminou.

Com as etapas da vida, as coisas vão-se perdendo cada ves mais.. Estas etapas são vistas (no meu ponto de vista) como uma prova pra ver realmente quem é nosso amigo de verdade.


Hoje, poucos restaram. São poucos, mas são pessoas com quem já não me vejo a viver sem elas. Posso dar-me ao luxo de poder dizer que são meus amigos. Ensinaram-me a avaliar os "amigos". Para mim amigos, são aqueles que estão a tempo inteiro, que sabem tudo de nós, que nos apoiam, nos procuram quando precisam...

Sempre "sonhei" com um amigo que é comum termos. Andam sempre um com o outro, sabem tudo um do outro, fazem tudo [quase...lol] juntos...


Posso dizer que tive esse "sonho", mas a vida foi um pouco dura comigo e levou-me esse inicio de "sonho". É assim, não há muito a dizer. Tenho pena.


Enfim, a Amizade para mim é muito importante. Não dá para vivermos sem ela, faz falta. Ouvi dizer um dia que quem fez 5 amigos na vida tem tudo. Atenção, Amigos! E não conhecidos/colegas. Quem tem Amigos tem tudo. Tem meio caminho andado para ser feliz. Lembrem-se, não vale a pena andarem a contar os Amigos que tem.. Os amigos não se dizem, sentem-se...


Para voces o que é a Amizade?





[A amizade é o ingrediente mais importante na receita da vida...]

sábado, 31 de outubro de 2009

Pessoas...

Ás vezes pergunto-me como é possivel as pessoas "destruirem" a vida de outras, com atitudes do tipo chantagem, ameças e afins... Por causa disso, somos forçados a fazer escolhas que nao queriamos!
Essas escolhas [erradas] faz com que não sejamos felizes, pois estamos a viver com isso, só por estar.


Não percebo essas pessoas que são tão mesquinhas ao ponto de "agarrarem" os outros atacando os seus pontos fracos!

Não há muito a dizer, não...




[Pensa na vida que podes ter hoje, para que amanha nao te arrependas!]

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Tempos de Liceu


Que o passado não volta, isso já sabemos. Já falei disso várias vezes aqui no blog. Mas recordar é bom. Recordo muitas e muitas vezes. Não consigo ir para o futuro, sem me estar constantemente a lembrar dos tempos de liceu.

Já lá vão uns anos desde que "parti" daquele sitio que tanto me fez feliz. Um espaço, um lugar que tanto me marcou, que tanto me fez rir e planear. Encontra-se exactamente onde está, mas "vazio" sem as almas que na altura faziam desse sitio o melhor de sempre. Por onde andam elas?
Por ai, sem de quase todas, apesar de no liceu, não ter a mesma relação que tinha com certas pessoas.
Estes tempos lembram-me algo bom, bonito, alegre e feliz. Era feliz, sentia isso em cada dia que lá entrava e estava com aquelas pessoas. Tenho saudade, aquela sensação de tristeza e vazio no peito. Gostava de voltar a viver tudo de novo. Gostava de ter de voltas todas aquelas pessoas, pessoas que eu sinto falta. Não sei o que se passou com este tempo todo, tudo separado, tudo distante. Onde andam? Este peso apodera-se de mim e teima em não sair. Acho que é bom sentir isto, e mau por não poder ser como dantes.

Os planos e sonhos que tinhamos não foram concretizados... Será que dia vão ser? Onde anda tudo? A mágoa é grande, não há explicação.. Nestes últimos dias tenho encontrado essas pessoas daqueles tempos tão bons.
Tudo isto tem mexido comigo. Não consigo "deixar pra lá" penso e volto a pensar que "era tudo o que queria.."O que fazer? Não há muito a fazer... Foi no liceu que encontrei muita coisa, que aprendi muita coisa e que encontrei pessoas inesquecivéis. Nem tudo foi um mar de rosas. Nada é. Aconteceu muita coisa que não devia, mas a vida é assim! Altos e baixos.
Agora a única coisa que resta é relembrar e ter saudade, pois é a única prova que realmente tudo o que aconteceu nos tempos de liceu, foram bons e inesquecivéis. Ainda doi. Vai se vai sempre doer. Afinal de contas foram os tempos de Liceu


Era feliz...


[Não vos esqueço...]

As lágrimas não são aquelas que saem dos olhos e rolam pelo rosto, mas são aquelas que saem do coração e descem a alma.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Quem somos?


Somos capazes de nos definir na perfeição? Sabemos quem somos? Sabemos daquilo que somos capazes? Somos capazes de nos julgar a nós próprios? Ou será mais fácil falar dos outros?




[Sabemos muito pouco o que nós somos e menos ainda o que podemos ser...]

quarta-feira, 21 de outubro de 2009


Ontem vinha eu no autocarro, quando uma senhora vira-separa o motorista e lhe pergunta se conhecia um tal senhor. O motorista disse que não e perguntou porque lhe perguntara isso! Ela disse que o senhor tinha morrido a noite passada e que no dia anterior ela mesma tinha estado a conversa com esse tal senhor que morreu.

Pergunto-me, porque é que a vida nos faz isso? É estranho de pensar e de acreditar no que pode acontecer! Quando menos esperamos perdemos a vida, ou alguém com quem estivemos há uns minutos morre!
A conversa não foi nada comigo, mas fiquei um bocado estranho ao estar a ouvir aquilo, assim tão friamente...
Pergunto-me se devemos ter "medo" destas traições que a vida nos pode dar...

[Fazemos nossos caminhos e lhes chamamos destino...]

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

O amanhã

Todos nós perguntamos como será o futuro. Talvez seja uma questão dificil de responder, pois como dizemos "Não sabemos o dia de amanhã". E é verdade, não sabemos. Temos de esperar, viver cada dia como se fosse ultimo, pois nunca sabemos o que ai vem.
Será que o futuro somos nós que o fazemos, o será que independentemente do que façamos o futuro é nos destinado a ser tal como tem de ser? Pergunta complicada de fazer, mas dá pra entender.
Não sei como será o dia de amanhã, mas sei que o de hoje pode ter sido ou não produtivo. Luto, e talvez muitos de nós lutemos para sermos aquilo que queremos, parar termos aquilo que queremos, para alcançarmos os nossos objectivos para que o futuro sejao melhor... o esperado!
Penso assim,não sei se penso bem ou mal. Talvez o futuro possa ser traiçoeiro! Julgo que pelo menos comigo já foi.
Há uns tempos planeava isto e aquilo. Queria ter e fazer coisas que outrora nunca tinha feito, nem sequer pensado nelas... Pensava em algo do genero "amanha farei isto!","para o ano vou ter isto!", "Daqui a uns tempos vou em frente!"...
E hoje o que aconteceu? Nada daquilo que eu tinha em mente para o futuro (hoje) se realizou!Fico a pensar se vale mesmo a pena fazer planos. Ou será melhor deixar acontecer? Isto é muito contraditório, pois sempre ouvi que na vida temos de ter objectivos! Afinal onde ficamos?
Na minha opinião o hoje tem de ser vivido ao máximo, de melhor maneira possivel para que chegue o tão temido "Futuro". Dele vamos ver o que fizémos (ou não) e vamos ver que tipo e pessoas nos tornámos, devido ao passado que vivemos. Estão de acordo?

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Só acreditar?



"Acreditármos verdadeiramente naquilo que desejamos, é o primeiro passo para que ele se torne realidade!"


Será?

domingo, 11 de outubro de 2009

4 dias de pura emoção!

Como já alguns devem saber, no passado mês de Fevereiro fui de aventuras. Fui até Paris!
Não sei bem o porque, mas fui! Fui com a minha namorada! Mesmo com o "pavor" de aviões assim decidi, assim fomos! Não tinha noção do que ia encontrar! Mas fui. Esta viagem ficou-me tão marcada na memoria e cá dentro, que só me apetece voltar para lá!
Lisboa é enorme não é? Então, imaginem Paris. Bela cidade. Tudo de bom, dá-nos grandes emoções, sensações que nunca pensei sentir num local! Foi mágico.

Aconselho a quem possa, para ir lá! A serio! As recordações são únicas. Parece que parte de mim ficou por terras parisienses. Custou voltar, mas valeu a pena.
A sonho agora é voltar... e quem sabe, ficar!
Não há palavras para descrever aquilo que senti, aquilo que vi.. Senti-me tão bem estar ali. Parecia que alguma coisa que dava vontade e motivação de explorar a tão bonita cidade. Uma pessoa especial para mim que já não está cá era de lá. Penso que isso tambem era um motivo :)
p.s- Paris, recomenda-se! ;)

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Algo que não bate certo.

Hoje, mais um pequeno desabafo aqui deixo. Não sei até que ponto consigo suportar esta cisma que não sai de dentro de mim. Foram alguns com quem já desabafei acerca disto, mas falar é fácil, pior é mesmo a pratica. Sei que está errado. Isto não me pode impedir de viver á minha vidinha, nem me pode impedir de deixar de ser eu mesmo.
Olho para mim e não fico feliz. Não sei bem porque. Parece que não consigo ser o que quero. Já disse isto aqui, muitas vezes. Não excedo as minhas próprias expectativas! Não consigo, ou será que não posso?
Não sei. Mudei. Nem sei se pra mal ou bem, mas muitas foram as palavras, momentos e situações que me tornaram neste mar que me afoga mais a cada dia que passa. Quem sou eu? O que posso fazer para mudar, para me sentir melhor? Cada vez que tento, e cada vez que acho que estou onde consegui, parece que aparece algo que me detona, que me deita para baixo.
Não queria que assim fosse, mas acaba sempre por se-lo. Não há confiança, não há estima. S´há "desespero" em alcançar a pessoa que quero que fique em mim. Não sei que fazer, não sei para onde me virar e tirar da cabeça que ninguém é melhor que eu. Sei que não sou melhor que ninguém. Simplesmente sinto que estou abaixo de muitos. Em varios niveis, é de salientar.
Continuo a dizer que está errado. Tenho de acreditar em mim, ser confiante naquilo que faço, naquilo que sou. Mas não consigo! Já tentei. Não tenho coragem. Repito, não tenho confiança!
Quero esquecer que um dia aqueleas "palavras, momentos e situações" que me fizeram ser assim.
O tempo está a acabar, e tenho de me libertar disso! Sou o que sou. Porque não me aceito, não me excedo a mim mesmo? Quero mudar, preciso de me levantar, preciso de levantar o ego [onde está?] preciso de acreditar em mim!
Enfim. é dificir viver assim. Só gostava de saber o porquê.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Vale a pena?


Gostava de um dia saber, se é possivel vivermos sem as pessoas que mais gostamos. Sem aquelas que sempre contámos. Se é possivel vivermos assim, sem elas.. tendo elas partido para sempre, ou se partiram durante uns tempos! Custa pensar que no passado, no passado recente essas pessoas estavam aqui. Os bons momentos que juntos passámos.. onde estão eles? Lá atrás, mas quando me recordo, algo em mim muda!

Custa imenso pensar nestas coisas, relembrar. Doí. E dói ainda mais o facto de não podermos fazer nada! Vale a pena viver sem essas "pedras raras" que completam a vida de cada um de nós, que nos fazem sorrir, que nos ajudam, nos ensinam a lidar com tantas e tantas circuntancias da vida.

Já perdi algúem muito proximo, alguém unico, sensacional e AMIGO. Nada foi em vão, eu sei. Aconteceu porque tinha de acontecer! Dói não ter durado mais tempo, mas o pouco que durou pra mim foi muito e deu para conhecer uma nova essencia na minha vida.

E agora? o passado pra que me vai servir? Para relembrar e sorrir, ou para me fazer chorar e sentir esta dor? Vale a pena viver sem essas pessoas que nos alimentam a alma?

Um pequeno desabafo. Uma pequena duvida. Um pequeno pensamento...
I never forgot you, friend.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Nova música dos Within Temptation - Utopia

Os holandeses Within Temptation vão lançar um novo álbum ao vivo, intitulado "An Acoustic Night At The Theatre", no final de Outubro.O disco irá trazer uma faixa nova, chamada "Utopia", bem como músicas gravadas no formato acústico, na tourné que a banda fez em Novembro de 2008.




A burning desire
To live and roam free
It shines in the dark
And it grows within me
You're holding my hand
But you don?t understand
So where I am going you won?t be in the end

I'm dreaming in colors
Of getting the chance
Dreaming?
The perfect romance
Search up the door to
Open your mind
In search of the cure of mankind

Chorus:
Help us we're drowning
So close up inside
Why doesn't rain down on utopia?
Why does it have to kill the ideal of who we are?
Why doesn't rain down on utopia?
How when the lights die down, telling us who we are

I'm searching for answers
Not given for free
They're hidden inside as they lie within me
You're holding my hand but you don't understand
I'm taking the road all alone in the end

I'm dreaming in colors
No boundaries are down
Dreaming the dream and we all seem to share
Search up the doors to
Open your mind
And search of the cure of mankind

Chorus 2x

Diferente não é? Não parece dos Within Temptation, mas continua com a qualidade! (: Que venha agora o cd acústico e o novo cd em 2010!

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Passado, Presente e o Futuro!


Tenho saudades de tudo aquilo que passou, daquilo que ficou pras trás e que já não volta. Gostava de um dia puder voltar a trás, mas infelizmente as coisas não voltam, mas era bom, não nego! No passado erramos, todos nós fazemos... Mas uns mais, outros menos. Penso ser normal na humanidade. Penso que quando erramos, de certeza que aprendemos sempre alguma coisa. Os erros ensinam-nos a crescer, a mudar o que de errado fizémos. No entanto, penso que quando nos vemos em situações temos sempre o cuidado de não voltar a fazer a mesma coisa.. o mesmo erro (supostamente).
Quando somos perdoados por esses erros, não devemos ser "massacrados" pelo que passou, pois já passou! As coisas más podem não se esquecer. Podem ser feridas em nós para sempre, para toda a vida. As pessoas mudam, crescem e veem as coisas de maneira diferente. Aprenderam com o erro, logo não irá fazer a mesma coisa, caso isso traga prejuizos maiores.

É complicado quando, depois de isto, se tenta manter algo de pé e não se consegue por causa desse passado, desses erros. Tenho pena, gostava muito de poder mudar o passado mau, mas não dá. É complicado, mas o que se pode fazer? Promessas? Para que? Não são ouvidas!Vale a pena tentar?


No entanto, a vida segue, tem de seguir... Hoje vejo-me incapaz de tanta coisa, mas com tanta vontade de seguir aquilo que sinto, mas não consigo.

Gostava de ser mais capaz de muitas coisas, seguir com o que quero, agir com o que a alma me diz, ser quem quero, fazer o que quero. Queria viver o passado, presente e o futuro!
Onde estou eu agora? Nem sei. O passado trouxe coisas más, mas também boas. Gostava de ter as boas. Deixam imensa saudade.
Principalmente de Amigos... Um deles no céu, mas perto de mim todos dias. Onde estejas mano, estás em mim. Gostava que me ajudasses...

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Publicidade - Venda/Compra de casa

Caros amigos, caros investidores:Acabo de angariar uma fantastica quintinha no sossego do Ribatejo, a 26km de Santarém, a 3km de Rio Maior e apenas a 2km da A15.Um preço irresistivel num local sossegado e ao mesmo tempo perto de cidades.



  • Venha descobrir este paraíso...
- Quem conhecer alguém interessado ou se até mesmo tiver interssado, contactar!


domingo, 27 de setembro de 2009

Um novo dia

Amanhã já começam as aulas. As férias voaram. No entanto, a maior parte das escolas e universidades já inciaram actividade.
Confesso que estou "cansado" das férias, de estar em casa.. Agora de volta a batalha.. aulas.. estudar..trabalhos.. enfim.. deprimenteeee! lool
Mas tambem não era isto que eu queria.. mas lá tem de ser.. apetecia-me algo diferente!!
Mas tem de ser!



Contagem decrescente...!!


Preparado?!

NÃO!!

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

O que vai não volta!


Caminhas,
Andas pela estrada da vida
sem olhar para trás, não
deixes que lembranças te
façam parar, não vale a pena
deteres-te, pois a vida não para,
não dá tréguas, esquece o que
já passou,
continua sempre a caminhar
somos recordados de pequenos e grandes
momentos, não importa se bons, ou maus, mas somos.
Lá no fim da estrada
algo encontrarás, talvez não
seja o que querias, mas foi o
que construistes ao longo do teu caminho.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Sounds Of Freedom - Within Temptation

Your call is coming
I'm dreaming away
For what lies hidden
It needs to be found

Sounds of freedom make me wanna try

When the ghosts are found
They will lead us to tomorrow
Sounds of freedom make me wanna try

Voices forgotten
I hear them close by
Ghosts from the past i can see through their eyes
Are these the ancestors leaving me signs?

Sounds of freedom make me wanna try

When the ghosts are found
They will lead us to tomorrow
Sounds of freedom make me wanna try

The sounds, they are all around
Forces start moving out
Taking sides, though there's so much
That i need to know
And soon it will be shown

Sounds of freedom make me wanna try

When the ghosts are found
They will lead us to tomorrow
Sounds of freedom make me wanna try

When the ghosts are found, they will lead us to tomorrow
When the ghosts are found, they will lead us to tomorrow

If we could restart how it was before tomorrow.



Sounds of Freedom (Album Version) - Within Temptation

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Post Anterior - Perspectiva - Ler anterior


Aproveitar a vida, o que será? Meto-me a pensar e nem sei se realmente é isso que ando a fazer.. ou melhor, será que é o que andamos a fazer? Não sei.
Para uns aproveitar a vida é fazer certas coisas e para outros, é fazer outras. Não sei realmente aquilo que faça!

Por vezes olho pra trás e ficou tanta coisa lá e ai novamente me pergunto: "será que aproveitei?". Penso muito nisto, penso se um dia mais tarde não vou querer voltar atrás e ser tarde. Mas penso tambem em fazer coisas que talvez um dia me levem ao arrependimento.

No entanto, até agora só me arrepende do que não fiz... (nem tudo, só algumas pequenas coisas).

A vida dura pouco.. passa rapido.. cada momento que passa, passa rapido.

Será tarde para um dia voltar a viver o que sempre se quis? Penso que não. Vida não dura segundos, mas sim horas. Um dia vou e talvez vamos todos ter coragem de fazer aquilo que queremos. Saber e sentir que estamos vivos, ir em busca de sonhos e aventuras que nos podem fazer crescer e viver!

Temos oportunidades, temos de as agarrar. Por vezes não é o que faço.. muitas delas fogem-me das mãos.. porque? Será que é por pensar de mais?

Pois bem, está na hora de começar. Está na hora de dar um pequeno novo rumo e finalmente saber que sou, porque até hoje nao soube ao certo. Posso errar muito, posso perder.. Mas tambem posso acertar e ganhar aquilo que até hoje nunca tive.

Aproveitar a vida. Posso não saber de que forma, mas posso saber aproveitar da melhor forma.

Alguém me disse que ninguém viverá por mim, ninguém fará por mim aquilo que eu não fiz.. Ir em frente é o lema, quem arrisca não petisca.

Está na hora pois: "Errado é aquele que cresce sem nunca fazer nada em nome da perfeição!"

Se um dia perder alguma coisa por causa de "aproveitar a vida" é porque, então, nunca tive isso.
- Eu consigo. Vou ser feliz!

Mas, afinal de contas, o que é aproveitar a vida?


É muito comum ouvir as pessoas, e principalmente os jovens, dizendo que querem aproveitar a vida. E isso geralmente é usado como desculpa para eximir-se de assumir responsabilidades.
Mas, afinal de contas, o que é aproveitar a vida?
Para uns é matar-se aos poucos com as comilanças, bebidas alcoólicas, fumo e outras drogas.
Para outros é arriscar a vida em desportos perigosos, noitadas de orgias, consumir-se nos prazeres carnais.
Talvez isso se dê porque muitos de nós não sabemos porque andamos por aqui na Terra.
E por essa razão desperdiçamos a vida em vez de aproveitá-la.
Certo dia, um jovem que trabalhava em uma repartição pública na companhia de outros colegas que costumavam reunir-se todos os finais do dia para beber e fumar a vontade, foi convidado a acompanhá-los.
Ele agradeceu e disse que não bebia e que também não lhe agradava fumar cigarros.
Os demais riram dele e lhe perguntaram, com ironia, se a religião não lhe permitia, ao que ele respondeu:
"a minha inteligência é que me impede de fazer isso".
E que inteligência é essa que não lhe permite aproveitar a vida? Perguntaram os colegas.
O rapaz respondeu com serenidade: "e vocês acham que eu gastaria o dinheiro que ganho para me envenenar? Vocês se consideram muito espertos, mas estão pagando para estragar a própria saúde e encurtar a vida, que para mim é preciosa demais.
Observando as coisas sob esse ponto de vista, poderemos considerar que aproveitar a vida é dar-lhe o devido valor.

É investir os minutos preciosos que Deus nos concede em atividades úteis e engrandecedoras.
Quando dedicamos as nossas horas na convivência salutar com os familiares, estamos bem aproveitando a vida.
Quando fazemos exercícios, nos distraímos no lazer, na descontração saudável, estamos dando valor à vida.

Quando estudamos, trabalhamos, passeamos, sem nos intoxicar com drogas e excessos de toda ordem, estamos aproveitando de forma inteligente as nossas existências.
Quando realmente gostamos de alguma coisa, fazemos esforços para preservá-la.
Assim também é com relação à vida.
E não nos iludamos de que a estaremos aproveitando acabando com ela.
Se você é partidário dessa idéia, vale a pena repensar com seriedade em que consiste o aproveitamento da vida.

E se voces acham que os vícios lhe pouparão a existência, visite alguém que está se despedindo dela graças a um cancro de pulmão, provocado pelo cigarro.
Converse com quem entrega as forças físicas a uma cirrose hepática causada pelos alcoólicos.
Ouça um guloso inveterado que se encontra no cancro da dor por causa dos exageros na alimentação.

Visite um infeliz que perdeu a liberdade e a saúde para as drogas que lhe consomem lentamente.
Observando a vida através desse prisma, talvez mude o seu conceito sobre "aproveitar a vida"
A vida é um poema de beleza cujos versos são constituídos de propostas de luz escritas na partitura da natureza, que lhe exalta a presença em toda parte.

Por consequência, a oportunidade da existência física constitui um quadro à parte de encantamento e conquistas, mediante cuja aprendizagem o espírito se embeleza e alcança os altos planos da realidade feliz.

sábado, 19 de setembro de 2009

Verão, até para o ano!


Já se sente um Adeus no ar, um calor a arrefecer. Pois é, o verão está a ir embora. Foi um verão bom. Não me pude queixar, fiz várias coisas planeadas. No entanto, houve uma ou outra que não realizei, mas para o ano há mais e cada vez com mais coisas, mais disponibilidade (ou não).

Enfim, desde das férias em Espanha, ás idas á praia, a organização do festival, o acampar na Vieira de Leiria, a ida ao AquaParque, as idas a Lisboa e ao Agroal, bem como saidas á noite, fez deste um verão algo de diferente dos anteriores.
A boa vida esta a terminar, muitos já entraram para as aulas, eu sou quase sempre dos ultimos a entrar, no entanto quase dos ultimos a entrar (nas férias). Dia 28 começa mais um ano lectivo, o último, se Deus quiser.
O fim do verão representa para mim o inicio de trabalho, de cansaço, de uma rotina imposta pelas circunstâncias, um aborrecimento total... Enfim, mas é assim, a vida não pode parar, nem deve! O proximo ano parece prometedor, só não sei explicar bem o que.
Mais uma fase que ai vem, e com força é claro que tudo se consegue para podermos tirar o melhor partido de cada coisa.
Resumindo, o verão foi agradavel, divertido, e muito fixe. Resta agora esperar pelo proximo [ainda nem este acabou, já penso no próximo...lool]
Por agora não há novidades, nada de mais se passa pra estes lados, as aulas estão ai a chegar. Os dias são passados em casa, nas aulas de condução e por vezes com amigos.
Enfim, hoje fico por aqui! :)
Até à próxima!

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Saudade...


Saudade é aquilo que vejo lá atrás;

Saudade é o que sinto quando me recordo;

Saudade tudo o que passou e não volta;

Saudade de tudo o que ganhei;

Saudade de tudo o que perdi;

Saudade de mim;

Saudade dos velhos tempos, da aventuras;

Saudade do que ficou por dizer;

Saudade do que ficou por fazer;

Saudades tuas, e de ti também;

Saudades de querer o que queria;

Saudades das amizades perdidas;

Saudades das amizades verdadeiras;

Saudades dos Amigos verdadeiros;

Saudades dos Amigos Actuais;

Saudades daquilo que sempre quis!


Enfim, Saudades de tudo e mais alguma coisa. Tanta coisa de que sinto Saudades. Muitas coisas mesmo, por onde começar? Não sei, o meu coração não sabe. Só sabe que apenas sente Saudade. Um dia tudo mudará. Acredito!



terça-feira, 25 de agosto de 2009

Hoje venho deixar umas palavras talvez de consolo. Sim é para ti...
Queria um momento para te dizer que apesar de tudo, nunca vais esquecer aquilo que passaste. Todos os bons momentos que viveste estão em ti. Que nunca ninguém vai apagar isso em nenhum de vocês. Lembra-te de tudo com carinho. Eu sei que tu o fazes, todos dias. Choras e esboças um sorriso lembrança após lembrança. É disso que tens de te recordar.
É dificil ter de aceitar o que aconteceu. Dói ter de admitir, ter de sentir. Mas nada se pode fazer, não se pode voltar atrás e recuperar o que se perdeu. Gostava imenso, gostava de um dia puder dar-te tudo de novo. Voltar a ter o que antes tinhamos. Mas não posso. Ninguém pode, nem nunca ninguém poderá fazer isso. É triste ver a vida como está, vazia de certas coisas, e cheia de outras. Tu nunca vais estar só, tu nunca vais caminhar só. Eu ando por aqui, não vou, nem quero substituir ninguém, mas aqui estou eu. Quero que vivas e não que apenas "sobrevivas". A vida tem de andar, ele não te queria assim. Sei que falar é facil. Sei disso, também sinto falta, sinto recordações, mas são essas que me fazem agir e seguir em frente, porque apesar de tudo, aprendi e cresci com certas situações que aconteceram, que marcaram a vida de cada um de nós.
Estás marcada, sentes falta, dor e solidão, mas não quero que passes isso. Sei que é um pouco inevitavél, mas tu consegues. Desejo-te força e resistência para que daqui por algum tempo, leves isso de maneira mais "normal". Obvio que não se esquece! Nunca se esquece. Lembra-te que ele está dentro de ti. Muito do que és tambem foi por ele. Sorri e sê feliz, pois mereces e deves se-lo. Deves sê-lo até ao dia que estaremos juntos novamente.

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Interfolk 2009



Passo, a resumir, aquilo que foi o Interfolk, talvez um dos melhores festivais internacionais de folclore do mundo.
Houve grupos que chegaram um pouco antes (dias 10 e 11). Oficialmente, o festival só começaria no dia 12.
No dia 12 chegaram os ultimos dois grupos de um total de 5. O grupo da Espanha não gostou das "condições" e resolveu ir embora. A dormida e alimentação desse grupo eram feitas fora dali.
Deviam pensar que iam pra um hotel de 5 estrelas. Foram para uma pensão. Os turcos, por razoes de religiao, nao quiseram ficar alojados ali no quartel militar. Entao, quiseram ir para uma pensão tambem. Fiz de guia. Foi interessante, pois para mim a lingua nao era problema. Nao que eu falasse turco, mas sim porque a porta-voz do grupo falava espanhol. loool. Era hora de almoço, e havia muitas pessoas para alimentar, era necessario muito trabalho e ajuda de todos. Só eram quase 200 pessoas que queriam comer. lool!
Pela noite, a actuação foi em Torres Novas. Houve, cerimonia de abertura, desfile, actuações, e convio entre grupos ate ao fim. Convivi bastante com o grupo da Turquia. Adorei, foi mesmo uma coisa unica! Nunca pensei serem o tipo de pessoas que sao! No dia seguinte, ficamos pelo entroncamento. Almoçamos e depois fomos ate a piscina (alguns claro, porque houve um tempinho). Há noite, iamos actuar no Entroncamento. Foi muito bom havia muita gente para ver, o que nao é muito normal segundo dizem, estava um ambiente excelente (na minha opinião). Todos gostaram. Muita musica, muitas fotos, alegria.. tudo um pouco! O grupo da Espanha foi-se embora para o seu pais. No entanto ja pareciam arrependidos com a decisão, mas penso que o orgulho falou mais alto! lol

No dia seguinte, fomos para a praia o dia todo. Tava quase 40ºC em Torres Novas e ao chegarmos a praia (peniche), o sol nem lá estava.. lool. Tava nevoeiro. No entanto, nós portugueses tavamos na agua.. enquanto que os grupos termilicavam de frio nas nossas tão frias aguas. lool Ainda fizemos um mini Mundial Futebol Praia. Perdemos com a Servia 3-2, mas jogamos melhor. loool. No final do dia, fomos pra rio maior, pra uma aldeola lá no concelho. Jantamos e fomos pro local das actuações. Começei a ficar doente nesse noite. Ja diziam ser gripe A. Caso eu tivesse, ja toda agente tinha tambem! lool.
No dia 15, fomos para tancos, fomos pro castelo almourol de barco. Iamos dividos. Aquilo até é giro. O pessoal até curtiu. Ate conhecemos um servio, que dizia que portugal era o pais dos sonhos deles. Uns sonham sair, outros sonham entrar! loool! :) A noite os grupos convidados deram show junto ao rio, a serem vistos por muita gente.
Dia 16, ultimo dia. Fomos para as moreiras grandes (Torres Novas). Almoçamos e fomos actuar.
Começamos por volta das 5. Andei um pouco mal nesse dia, mas ja era tanta coisa misturada que ja nem sabia o que tinha! lool! Fomos buscar pessoal dos grupos pra dançar, foi muito fixe.
No fim, era preciso levar a Servia, ao shopping ás compras. Tambem fui. Ia a pensar que nao iamos demorar muito, ate porque eu queria estar mais um pouco e despedir principalmente do grupo da Turquia. Eram 19h30 quando chegamos ao shopping e saimos de lá as 21h45. Quando regresso, vejo já pessoal a chorar. O grupo da Turquia já se tinha ido embora. Fiquei com pena,e pensei que ja nao desse tempo me despedir deles la na pensao. Ainda tentei ligar a eles, mas ninguem atendeu. Depois do jantar, a Angola tambem se foi. Era gente fixe e divertida. No entanto nao tive muito convivio com eles. So com 1 ou 2. O Mexico e a Servia arrumavam as bagagens. Fui-me embora de carro, e num cruzamento ao longe, vejo um autocarro, que por sinal era o grupo da Turquia. Nao deu para parar, eles viram me e fizeram-me sinal de luzes. Meti-me de fora pelo vidro e disse-lhes adeus e pronto. Assim ficou. Chega assim, ao fim mais um Interfolk.


Enfim, deu trabalho é verdade, mas valeu a pena. Que venham mais 50 destes que estaremos cá sempre para dar vida a este festival. Apesar de algumas confusões, discussões, problemas, imprevistos, lagrimas e tristezas, valeu a pena, pois aqui aprende-se muita coisa.

Faz-se amigos, aprende-se linguas, convive-se, surge espirito de equipa, conhece-se novas tradiçoes e culturas, troca de lembranças, thirts assinadas... muitas coisas mesmo.

Muitas fotos tiramos, ainda falei algum ingles (ate me surprendo, lool). Não há palavras. A melhor coisa foi termos recebido um convite do México, França e Turquia para lá irmos. Talvez a Turquia 2010 seja uma realidade. =)


Um Obrigado a todos por este grande magnficio festival:


RFECS

Turquia

Servia

Angola

Mexico

Espanha

domingo, 2 de agosto de 2009

Delain-April Rain

Bem, hoje vim cá só colocar uma música de uma banda que por acaso já tinha ouvido falar os "Delain" mas que nunca dei muita atenção - ou quase nenhuma - gosto da letra, e a musica e bastante gira, pelo menos eu acho..




How does it feel when all you're couting on is
scatterbrained?
Every wind that you have sailed upon, a hurricane
Every summer you have seen was filled with april rain
It doesn't get easy, don't you know?


Fortune smiles on you
You're not watching, dig that hole deeper
Fortune smiles on you
You're not watching, create your own fate

Count your blessings and prepare to change your point of view
All those days that you spent waiting won't come back to you
Take off the glasses that have shaded your world black and gray
It doesn't get easy, don't you know?
Fortune smiles on you
You're not watching, dig that hole deeper
Fortune smiles on you
You're not watching, create your own fate

Keeps raining 'cause we are blind
Keeps raining 'cause we are tired
Keeps raining 'cause we are blind to fortune's guidance now
It keeps raining 'cause we are blind
It will keep raining cause we are tired

Fortune smiles on you
You're not watching, dig that hole deeper
Fortune smiles on you
You're not watching, create your own fate
Fica o URL para os mais curiosos: http://www.youtube.com/watch?v=hn4ZUr-d05o

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Só foram 10.000 :)

Within Temptation
"...7 de Fevereiro de 2008. A Rotterdam's Ahoy Arena, na Holanda, está com lotação esgotada: nada mais, nada menos, do que uma audiência de 10.000 pessoas. No palco, uma produção de excelência, uma orquestra de 60 instrumentos, um coro de 20 vozes, músicos convidados, um número considerável de performers de espectáculo, pirotecnia e efeitos de luz. Ao fundo, o maior ecrã da Europa estendia-se de um lado ao outro da arena. Em cima do palco, uma banda com 12 anos de existência admitia ter alcançado o ponto alto da sua carreira. A confissão feliz é feita na voz da Senhora do Metal que é fundadora, compositora e vocalista de umas das bandas mais reconhecidas a nível mundial, na área do metal sinfónico de voz feminina. Sharon den Adel..."



"Com uma voz vibrante, de tonalidades obscuras ou angelicais, uma presença forte em palco e um percurso marcante, a frontwoman dos Within Temptation é referência uma absolutamente incontornável. Com formação estável desde 2001, a banda parece ter encontrado o equilíbrio entre peso e harmonia que sempre buscou. Dez anos depois do álbum de estreia, Enter, a voz de Sharon den Adel revela-se no seu apogeu, alcançando registos anteriormente inéditos.
É por todas estas razões (e outras mais, que enumeraremos ao longo do mês) que fechamos o ano de 2008 com esta voz formidável, com a certeza de ser com chave de ouro..."

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Porquê?

Gostava de saber o que se passa. O porquê deste incomodo.. é estranho. Gostava de voltar a viver aquilo que vivemos, sem mais nada, só nos dois. O que não muda? Não entendo o porque de certas coisas. Tambem tenho sentimentos, não entendo. Vou ter deixar de querer entender.. enfim... porque? o que está de errado?
saudades*

domingo, 26 de julho de 2009

Parabéns Amigo.

***

Mais um aniversário, o segundo aniversário que passamos sem ti, mais um de tantos que vão sempre vir. No entanto, só para que saibas que neste dia e não só, todos nós te recordamos! Esperamos um dia ver-te e até lá iremos recordar-te sempre como alguém muito especial que continua nos nossos corações como sempre esteve. Ninguém te esquece, todos te relembram. São poucas as palavras que te digo neste dia, mas são profundas.


Estejas onde estiveres que estejas bem e feliz, parabéns, Amigo!

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Acredita

Por muito que julgues não te quero, nem vou magoar. Os erros que cometi fizeram com que crescesse e visse as coisas tais como elas são. Não te quero mal, és a pessoa mais importante com quem me importo mais e que simplesmente te quero ver a sorrir. Não dependemos de ninguém para sermos felizes, dependemos, sim, um do outro! Quero ver-te sorrir. Sei que julgas o contrário, mas sendo assim porque ainda continuamos juntos ao fim de 4 anos? Quer dizer algo, que acreditamos naquilo que temos. Muitas foram aquelas oportunidades que deste, é verdade, isso tudo porque também acreditas em mim, em nós. Só queria estar bem contigo, seguir a nossa vida como tem corrido, nada mudará, tu serás tu na mesma e eu o mesmo, mas atento, mais crescido e em alerta e claro, capaz de excluir quem algum dia voltar a prejudicar a nossa vida!
Queria só um momento de paz, estar contigo e esquecer o que se passou, não voltar a pensar nisso e simplesmente seguir, sempre as sorrir, sem problemas de nada e ver-nos a gostarmos um do outro todos dias, pois eu não quero, nem te vou magoar mais :(
Tu sabes, mas tens medo, entendo.

S2 Amo-te

sexta-feira, 17 de julho de 2009

O que talvez nunca te tenha dito.


Por teres partido assim tão rápido de uma maneira tão cruel sem avisar, sem ninguém esperar, dei conta que não te disse muitas coisas que talvez devesse. Talvez muitas até te tenhas dito, mas nunca é tarde lembrar-te daquilo que um dia fui e daquilo em que me tornei graças a ti.
Desde do começo que algo me chamou em ti e vi que eras alguém que nunca tivera a oportunidade de conhecer. Uma pessoa alegre, super divertida, sábia, maluca da cabeça no bom sentido, que encorajava as pessoas, que as fazia sorrir em qualquer altura. Todas estas palavras são pouco para descrever a pessoa que vi em ti. Admirava-te e ainda hoje te admiro por teres sido a pessoa que és. Hoje pouco restou daqueles tempos, tu tiveste de ir, e nós ficámos aqui, sem ti.
Se hoje muito daquilo que penso, daquilo que quero, daquilo que sei de mim e das minhas capacidades deve-se a ti, pelo simples facto de teres me dado algo que a muito tempo que eu esperar. Um Amigo, um Amigo com um A muito grande, com um coração muito grande. Foste sempre o melhor amigo que tive, sem sombra de dúvida. Conseguia sentir isso também vindo de ti. Recordavas-me muitas vezes que poderia contar contigo até ao ultimo momento. Eu também sabia. Arrenpendo-me amargamente do abraço de amigo que um dia poderia ter-te dado e não te dei. No entanto penso que naquelas alturas era tudo diferente e sabemos que as circunstancias não eram as melhores.
Para mim continuas a ser o meu irmão, um meu amigo. Nunca me vou esquecer de tudo o que passamos, pode não ter sido muito, mas pra mim foi muito muito mesmo, pois sei que esse "pouco" aos olhos de muitas pessoas, significou muito para ambos. Criámos assim, confiança, cumplicidade, união...É isto a que eu chamo de Amizade. Peço desculpa do fundo de mim, se um dia te faltei, se um dia que tenhas precisado e se eu te falhei. Se o fiz nunca por maldade, nunca por querer. Estejas onde estiveres, olha por nós, até ao dia em que estejamos juntos novamente. Digo novamente, porque apesar de não ter havido o fisico houve a alma que era uma, houve uma distancia que nos aproximava imenso.
Nunca vou esquecer o Amigo que foste para mim, a pessoa que realmente eras e o quanto eu te admirava. Gostava de ter vivido mais contigo, mas a vida assim impediu-nos de realizar os imensos planos que tinhamos feito. Agora pergunto-me porque assim teve de ser? Há coisas que não se entende! Sofro, embora muitas vezes não pareca tenho-te sempre no peito, e todos dias eu me lembro de ti, da tua pessoas e da tua amizade que tinhas por mim como irmão..
Não sei mais qye dizer, está na hora de avançar sei te esquecer, está na hora de tentar sorrir e sem que me vais ajudar a ultrapassar esta fase pela qual sabes que tenho passado e falado com algumas pessoas que me redeam. Gostava de um sinal vindo de ti, para saber como voces estão, algo que me desse uma esperança que um dia tudo isto será possivel...
Por pouco que seja este texto, a minha sinceridade é muita.
Este foi o meu desabafo...
Vou me despedir, não com o Adeus, mas sim com o até sempre Amigo.
<3 JG.

quinta-feira, 2 de julho de 2009

O tempo muda..

O tempo muda muita coisa que por vezes podia nao ser mudada, mas muda porque as pessoas querem mudar certas coisas, certos acontecimentos e certos sentimentos. Ao fim de algum tempo vejo realmente quem mudou e quem nao mudou. Quem se manteve na mesma. Tenho me visto rodeado de coisas e acontecimentos que me deixam na duvida... Certas pessoas que eu pensava que eram minhas amigas, pessoas com quem convivi muito tempo, tudo parecia brutal.. E agora pergunto-me o que mudou? Pessoas que nao ligama a ninguem, pessoas que se for preciso falam por tras, pessoas que nao tens a certeza que podes confiar, pois ha grande possibilidade de irem contar a terceiros. Os amigos notam-se em certas alturas.. Nos ultimos tempos tenho visto coisas que me metem uma beca em baixo e nada confiante, por essas mesmas razões. Tenho os meus amigos, mas vejo que não mostram que sou minimamente "importante". Quando falo em amigos, não falo no geral das pessoas todas, mas sim dos mais proximos, dos que mais falo, dos que com quem mais estou...
Não entendo, porque tambem não sou tão frio ao ponto de "deixar andar" a situação.. não consigo pois não sou assim, gosto de mostrar que me interesso pelas pessoas, de saber como estão, de dar noticias, de tudo! o que recebo em troca? Nada. Há muito tempo que deixei de ter provas de amizade... Não as tou a pedir, e uma prova tao simples tem tanto valor... Pelo menos pra mim tem e muitas vezes significa muita coisa. Pena que esses tempos não possam voltar.. A amizade tal como o Amor (Ok, não tanto) tem de ser um pouco alimentada, tem de ser fortee tem de haver uma "quimica". Parece que já não há nada disso ou se calhar nunca houve. Lamento é o facto de eu ser aquilo que sou para quem talvez não merece.
Ás vezes parece que já não posso ser eu, não me sinto a vontade para ser aquilo que sou, perto dos proximos dá pra entender? ás vezes nem eu. Enfim, vou continuar a ser eu e nesta estrada da vida e sei que irei encontrar muita gente... quem sabe se AMIGOS ou amigos?
Por vezes mais vale ter poucos amigos, daqueles bons, do que pensar que temos tantos e no entanto..puff! O meu amigo verdadeiro não cá está mais.. Não precisei de anos, apenas meses. Agora pergunto me porque esta diferença tão grande?
No entanto, não deixo de gostar dos meus amigos, não me imagino sem nenhum e claro vou continuar a gostar de todos para sempre.

** L e ao J, são as pessoas que sempre senti e sinto em mim em qualquer ocasião. Muito Obrigado por tudo. Para Sempre **

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Finalmente acabou pah!

Bem depois de muito tempo sem vir aqui, voltei.
Durante este tempo todo, muito stress, muito trabalho, muitas coisas a estudar e outras coisas a serem feitas. Finalmente tudo terminou. Ou pelos menos está mesmo quase.
Novidades não há. A unica coisa que sei, é que o verão chegou. Descanso, ferias, praia, passear... tudo. é a unica coisa que apetece. lool Vida de Lord.

Neste tempo todo não se tem passado nada. A rotina toma conta de cada dia da vida. é sempre tudo igual. Tenho pensado em muitas coisas que passaram. Muitas coisas que ja nao vao nunca mais voltar. Sao coisas que simplesmente aconteceram e que hoje so resta recordar tais coisas. Pena é não poder ter mudado (algumas), nao todas, pois a maior parte foram coisas boas que ate estaria disposto a repetir. Este tempo, faz querer ainda mais.
Saudades são de momentos que estavamos todos juntos, os bons momentos que hoje nao saiem da minha cabeça. Tenho saudades do liceu, das pessoas que me reodeavam, dos meus amigos. Ainda os tenho, não a todos, mas alguns. Desses alguns, alguns sao verdadeiros. Será que são mesmo? ás vezes duvido.Gostava de poder voltar a esses tempos em que tudo simplesmente acontecia.
Saudades de alguém que já nao esta presente. Pergunto-me porque a vida leva quem nos faz falta, quem faz o bem e quem está para nós? Será pra proteger quem já foi? Não acredito. Simplesmente penso e repenso que há coisas importantes que essas pessoas deixam e que nao deviam, pois so precisas aqui. Gostava de poder voltar 17 meses atrás e poder fazer e mudar coisas que podia na altura.
Agora não resta mais nada. Aliás resta, o sentimento que ficou, aquilo que se criou.
Posso não demonstrar que "estou mal" ou "embaixo" mas no fundo estou sempre, porque muito se perdeu desde daquele dia. As expectativas, as certezas, os planos de algo que iria acontecer simplesmente deixaram de existir. Parte a alma de quem quer que seja, saber que foi por muito pouco que tudo iria acontecer. O que podemos fazer agora? Simplemente nada de nada. Recordar, recordar e recordar... Só isso!
A vida da muitas voltas, e traiçoeira e a cada momento o perigo de partirmos espereita nos sitios mais sombrios de cada pessoa. A cada minuto que passa, a vida passar mais rapido que isso. Temos de aprender a dar importancia a pequenos momentos da nossa vida, viver é isso. é nao deixar pra manha aquilo que podemos ter feito hoje!

Enfim, pode parecer so filosofias mas não sao. Isto é a mais pura verdade e arrependo-me de nao ter muitas vezes "vivido" certas coisas.

Bem esta calor, apetece é ir para a praia do que estar aqui a ler tanta coisa =)
Em breve Espanha me espera, ah pois é! Tambem querem ir não é? Mas não vão! LOOOOL
Vou actualizando.
*

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Tudo o que o vento leva e não trás.

Á 7 anos atrás aconteceu, uma das coisas que mais me marcou até hoje. Nem sem bem porque. A ida a França-Rennes, pela primeira vez. Não foi só uma simples viagem, foi uma coisa mesmo boa.
Fomos de autocarro, tavamos todos anciosos. A viagem era longa, demoramos cerca de 20horas a lá chegar. Lembro-me que fui a dormir grande parte da viagem, pois foi durante a noite.
Acordei eram pra 6 da manha, o sol nascia nos pirineus. Foi brutal, ver aquilo logo de manha. Pena eram as obras que tava pra la a haver, mas tirando isso. Excelente mesmo.
Eu acho que conseguimos sentir uma grande diferença entre as fronteiras. A pouco disseram-me que na europa é tudo igual. Eu não acho, do pouco que conheço sente-se bem a diferença. Nesta caso, e mesmo diferente quando entramos em Espanha, o ambiente é outro. O mesmo acontece quando se está na França. A sensação foi unica, e foi sentida por todos. Belas vistas, tudo de bom.
Chegamos ao fim da tarde quase, a Rennes. Tinhamos muita gente á nossa espera. Tinhamos de ser distribuidos por familias de acolhimento. Eu tava a ficar sozinho, e só tavam a ficar pessoal assim mais velho e eu nao queria. Queria ficar com alguém da minha idade. Até que fiquei com o hugo mais ou menos da minha idade, com o carlos(director), na casa do ensaiadores do grupo de "Os portugueses de Rennes". Fiquei com o Hugo, pois o Carlos disse que podiamos ficar os dois, pois iamos casar. LOOL
Foi muito fixe termos ficado em casa dessa casal, FAUSTO e PAULA, eles eram muito divertidos. Durante essa semana que la estivemos todas as manhas, saiamos iam os passear. E todos dias ambos os grupos tinham uma actuação.
Lembro-me que dançamos, na camara municipal, dançamos num grande largo onde estava a televisao e radio locais. Tenho muitas e vagas ideias do que se passou e onde actuamos. As pessoas viam-nos e paravam. O grupo de Rennes, era so de emigrantes praticamente. Muita gente nova e bem disposta. Passeamos pela cidade que é grande, e muito bonita. Budapeste fez-me lembrar Rennes. É uma cidade moderna e antiga ao mesmo tempo. Pena ter sido pouco tempo. No dia 28 de Abril de 2002, seria o festival mesmo, em que so participariam 3 grupos: O de Rennes, Nantes e o nosso. Foi numa sala grande, um pavilhao por assim dizer. Estava cheio. Tivemos la o dia todo, mesmo antes do espectaculo, estavamos no 4 dia em Rennes. Jogamos á bola, deu pra conhecer e criar umas amizades. Falei com muita gente, é certo. Mas muito poucas ficaram. Durante a actuação havia muitas pessoas a presenciar, os grupos eram excelentes. Ambos dançaram muito bem mesmo.
Nesse dia já tinha conhecido algumas pessoas: Belinha, Elodie, Caren, Cristina, Elisabeth, Carina e o irmão, Fausto, Paula etc. E muitas mais, já nao me recordo bem.
Lembro-me que troquei contacto com uma dessas pessoas, a Carina, penso que ainda tenho o papelinho escrito por ela, não sei é onde! lool. Todo o pessoal, estava a trocar mails, endereços e numeros de telemovel. Lembro-me que havia quem dissesse : "Quando chegarem a Portugal, já ninguem se lembra nem liga a ninguém". Só sei dizer que passaram 7 anos, e ainda mantenho contacto, com uma grande amiga mesmo daquelas pra vida. A distancia pode impedir que umas coisas acontecam, mas tambem nao impede que outras crescam. Fiz uma amiga, tivemos pouco tempo é verdade, mas esse tempo foi o suficiente pra ficarmos amigos. Em Rennes conversamos muito, eramos uns miudos, lol. Eu com 13 ela com 15. Custou bastante quando regressamos. Muita gente já chorava. (Eu nao) Mesmo estando triste, ja sabia que tinha de ser assim. Ao chegar cá, passado uns tempos tinha ja uma carta da minha amiga carina. Na altura, dizia pra eu tomar conta do namorado dela. lool. Sim, que nestas coisas tambem acontecem coisas de amor :). Eu prometi que sim. loool! Durante este tempo todo, muitas foram as cartas e telefonemas que nos permitiam saber como estavamos, sempre na esperança que iamos estar todos juntos de novo. Tenho imensas saudades do que passou, da viagem, das pessoas. Mas pode-se recordar, pois recordar é viver. Fiz uma grande amiga á qual sei que hoje posso contar, mesmo com esta enorme distancia que nos afasta, é a minha maninha :)
Voltamos a estar juntos, mas num festival cá em 2003, durante 4 dias e mais uma vez a partida custou. Desde de ai o que nos tem valido sao as novas tecnologias, mais concretamente a net.
Enfim, isto tudo pra dizer, que por muito que as pessoas estejam longe umas das outras, por muito que nao se veja uma pessoa durante muito tempo, nunca devemos deixar que a distancia apague o que sentimos. Há que sempre lutar por aquilo que acreditamos. A amizade consegue fazer a força e derrubar qualquer obstaculo. Posso testemunhar, porque duas das amizades mais fortes que tive e tenho foram feitas á distancia. :)

domingo, 26 de abril de 2009

Weekend

Mais um fim de semana que passou, cansativo, mas muito á frente.
Lá fomos nós de actuação, para uma territa la pros lados de abrantes. Eramos bastantes até, foi divertido.
Depois daquele "lindo" almoço, fomos jogar futebol. Fizemos umas equipas todas ranhosas, fiquei so com um rapaz na equipa, de resto tinha prai mais 5 ou 6 miudas a jogar, 3 delas de 10 anos pra baixo, contra uma data de miudos, tambem do grupo! Ganhámos :P Logo depois terminamos, eu fiquei mesmo cansado, nao tou habituado ja a yanta correria, mas ainda dei uns toques. Chamaram-nos pra irmos vestir os trajes e lá fomos. Havia os novatos, que nao sabiam bemcomo se punha o traje, e as maes a dizerem para eu ajudar! Depois disso, fomos pro campo de futebol, ensaiar com os novos! lool foi tipo ensaio a brincar..LOL, Foi engraçado mesmo. O primeiro grupo actuou, e depis la fomos nós. Eramos bastantes de facto, mas correu bem, foi muito fixe. Terminado a actuação ainda dançamos uma beca de pimba,depois cada um bazou para suas casas. Eu tava mesmo de rastos!
A noite recebo um convite para ir a uma festa numa terra chamada CAVEIRA! LOOOL
aceitei, e la fui dançar pimba de novo... LOOOL.. pralem de tar mesmo a morrer, tava super transpirado, bebi champanhe e cerveja e pronto, ja tava a bater mal! LOOL :D
Hoje, estive com a minha picanita, fomos almoçar fora e dar uma voltinha. Já se foi embora, é pena mas tem de ser :(
Enfim, mais um fim de semana. Não vejo a hora de estar de ferias e nao fazer nada, durante a semana toda!loool
Já fez hoje dois meses que estive em Paris, ai que saudade! Eu vou voltar, eu hei-de voltar, um dia..
:)

terça-feira, 21 de abril de 2009

Pensamentos

Antes das férias terminarem. Estive por Lisboa uns dias, com a minha princesinha. Passou-se uns dias muito bons, calmos, divertidos, deu mesmo para espairecer um pouco. A ver se dá para repetir!
As férias chegaram assim ao fim. Não fiz grande coisa, entre código, ginásio, ensaios e a festa de anos que fiz os dias foram passando. O que vale é que depois no verão compensa-se!
Ultimamente tenho pensado em muita coisa. No futuro, nos objectivos de vida que possa ter. Sinceramente nem sei por onde começar, sei que ainda é cedo, mas há coisas que estão cá dentro. Os estudos a decorrer, o emprego que possa vir a ter, o sitio, cá ou lá fora. Tenho certos "sonhos" que gostava de realizar. Tenho é medo do que possa vir a acontecer. Tenho pensado em mim, num mudança que preciso á muito, que me fará bem. Estou á espera do momento certo. Ás vezes perco a coragem, outras vezes ganho, mas tenho de acreditar em mim, e se isso contribuir para eu ficar bem comigo mesmo á que seguir e frente, julgo!
Tenho vivido bastante o passado. Posso dizer que em relação ao passado, gosto mais de mim agora, da minha maneira. No entanto o outro passado trás me saudade, pois vivi muita coisa enquanto "não gostava de mim"! Tenho lembrado muita coisa que me parte o coração, por saber que já não tenho mais. Tenho sentido falta dos meus amigos, falta da minha antiga escola, falta do me ombro amigo, falta de muitas coisas que sempre me fizeram viver bem e feliz á minha maneira. Agora vejo que tudo se foi, tudo se acabou.
Quer dizer quase tudo, houve coisas que mudaram para melhor, outras para pior, outras que se manteram. Gostava tanto de poder recuar e muito para conquistar tudo de novo, juntar as peças do puzzle que foi desmontado e destruido. Gostava de poder voltar atrás e trazer o espirito que havia... Sem medos, sem receios, sem problemas. Lamento imenso que se passou e o que se está a passar. Estou numa fase "calma" da minha vida, tenho quem quero, e sinto falta de coisas que tinha. Não vou poder mudar nada, só recordar que me fará sofrer cada vez mais pois a única coisa que posso fazer é isso mesmo... Recordar. Tenho sentimentos como toa agente, sou fraco em muitas coisas e mais forte do que pensam noutras. Conseguem me julgar por aquilo que vem, não por aquilo que realmente sou. Gostava de poder seguir um caminho só meu, pois se sou crescido para umas coisas sou para outras. Enfim, não sei por mais quanto tempo vou ficar assim, a pensar no que passou e no que se irá passar. Só queria uma vida normalíssima, com tudo de bom.
Bem, nos últimos dias voltei a sofrer por uma coisa que já não acontecia á muito tempo. Felizmente está tudo bem com ela, tenho imenso medo do que possa lhe acontecer e dos riscos que corre. Mas ela é forte, única e maravilhosa. Já provou ser uma vencedora, nada a deita abaixo, nada a deixa deixar-me! Acredito sempre nela até ao último minuto, nenhuma doença a consegue deter, pois é invencível! Fico muito feliz por isso, ela sabe que tem o meu apoio sempre e para sempre, pois só quero o bem dela! :) A minha princesa!
Nestas situações, eu tinha sempre um meu ombro amigo. Ajudávamo-nos mutuamente. Agora já não tenho. No entanto não fiquei sozinho. Agradeço a uma pessoas que não me deixou só e que repartiu o nervosismo, ansiedade, o medo e a força até bastante tarde mesmo só pela net. Essa pessoa sabe quem é, é um amigo. Fiquei contente por termos voltado a falar. Agradeço também a outra pessoa que também esteve comigo :) A minha amiga do peito :) .


Bem eu fico por aqui hoje. Abraços e beijinhos:)

Ly princesa
Saudade JM

para sempre!

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Fim de semana!

Depois de algumas confusões, mal entendidos e de aulas, finalmente chegaram as ferias. Sao poucas, mas boas! LOL
No dia 5, reuni os amigos mais proximos e fomos pra Torres Novas comemorar o meu aniversario de a quase 15 dias. :)
Tava la montada a feira que todos os anos vai pra lá. Aquilo ta sempre as moscas mas da pra divertir um bocado. Mal soube e vi que estava la o Kanguro, quis logo andar! LOL la fomos eu a tatiana e a lucia andar naquilo! Epa confesso que as vezes tenho medo que aquilo quando ta a andar que aquilo se solte!ahaha :)
fiquei todo durido pois fiquei na ponta bo banco e levei com o peso delas as duas em cima.. weepa! LOL hoje tou ainda que nem posso! Andamos por la, encontrei mais amigase tal, e eu ate levei uma garrafa de vodka de MELÃO. loooooooool Ninguem compra vodka de melao.. so eu! LOL nao era ma de todo.. mas enjoa.. so sei dizer que fiquei a ver 2..3.. 4.. sei la.. ja nao via era nada.. ria-me e dançava! LOL. La fomos pra pastelaria beber shot's.. ok eu ja n bebi.. comi um bolo! Tive que ir comer um bolo na pastelaria.. nao um shot! ahahha :)
Mais tarde bazaram todos. Fiquei com a Lucia e a Tatiana.. fomos pra seven depois de eu ter dito que nunca mais ia pra lá.. mas va a tatiana la me convenceu, pois a emotion nao tavala muito boa naquele dia.Mas ate gostei de ter tado na Seven, ate dançamos bue eainda se bebeu qualquer coisa! :D tava fixe, a musica tambem e tinhamos espaço! A caminho, a pé, po macdonalds fomos a falar de muitas coisas.. a lucia ea tatiana a declararem-se uma a outra.. é assim efeitos da tosga! :) tocamos num assunto que me deixou triste tambem.. entretanto eu disse, va e nesta rua.. a tatiana ateimou que nao era este o caminho po MAC.. ok vamos em frente!viramos pra suposta rua.. ao fim da rua vimos que afinal quem tinha razao era eu! LOOL. Apanhamos boleia de uns amigos.. e la fomos enfardar ao mac.
Eram 5,38h quando chegamos a casa! :)
A noite chegou ao fim. Diverti-me até! Nao era bem a festa que queria, mas os mais importantes ficaram e ficam sempre comigo! :D
Para o ano vai ser de arromba! A todos os que vieram, Obrigado! Adorovos a todos! :D

De resto passei o fim de semana com a minha princesinha, tavamos ressacados, mas passou-se bem! :D Fim de semana curto, mas bom!:D Amoty :)