terça-feira, 2 de novembro de 2010

É lei da vida


 Idade avançada, é aquilo que expressa cada olhar... é o que sobra de uma grande caminhada por esta vida fora. São traços de cansaço, são marcas de uma corrida feita todos os dias de toda a vida. Vida essa que oferece de tudo: coisas boas, más, coisas que se gosta, coisas que não se gosta, tristeza, alegria... é um prémio por se ter chegado até onde se chegou.
Demorou muito até lá chegar, mas chega-se. Uns mais longe que outros...
A vida dá-nos uma herança que facilmente é reconhecida no olhar, no estar, no viver... Envelhecer está no destino de cada um, e é isso que a vida nos dá como recompensa... Vivemos para envelhar, e envelhecemos para morrer. 
Não sei até que ponto isto faz sentido, mas também na vida há pouca coisa que faça realmente sentido.
Envelhecer pode ser uma coisa boa, pois é sinal que passámos muito, que vivemos muito e que está na hora de descansar de tudo... mas também é mau, é sinal que estamos mias próximos de partir... Mas é a lei da vida. Estamos todos para o mesmo, e este é a recompensa que a vida nos dá... envelhecer.
Estamos condenados.

4 comentários:

Luís Coelho disse...

A lei da vida não poupa ninguém.
Já não me preocupa a morte mas o modo como vivemos.

Exploramos e somos explorados.
Vivemos escravizados por uma sociedade de consumo e de aparências.

Esse olhar mostra apenas dor e desilusão.
O dinheiro não compra a vida nem a felicidade.

Katia disse...

tds temos o msm destino...ninguem escapa....é a vid... ou como tu dizes...é a lei da vida
bjs*

Tia Complicações disse...

À medida que se envelheçe tornam-se mais vivas as recordações do passado,(penso que é saudade) a infância, adolescência, o rubro da juventude, enfim, a vida a dois, o nascimento das crianças...e por ai diante.
Depois vive-se e fantasia-se o futuro dessas mesmas crianças( já adultas). A vida é mesmo assim abdica-se de quase tudo em prol dos nossos filhos (nessa altura vive-se intensamente).À medida que o tempo passa começa-se a aceitar a ideia que a vida um dia vai acabar... é a lei da vida, ninguém é imortal.

PR" disse...

Não acho que estejamos condenados.
Considero a velhice, poeticamente falando, como o auge da sabedoria. É uma fase bem "lixada", mas é essa a mais dificil fase da vida porque é só lá que nos encontramos com a maturidade suficiente para tal.
Gostei do teu ponto de vista. Nunca tinha visto a velhice como recompensa da vida, e não deixa de não ser engraçado.

Beijinhos **