domingo, 21 de novembro de 2010

Tu sabes.

Nem tudo o que parece é. Sabes disso, sabes o teu lugar na minha vida. Tu sabes. Posso não mostrar, mas és importante. Acredita. As coisas para ambos não estão fáceis. Talvez estejamos agora a ver que a vida é mais dura do que aquilo que aparenta. És essencial para a minha alegria, na minha vida... Dá-me tempo, dá tempo a ti própria. Sabes onde estou se quiseres falar, se quiseres chorar e rir... o meu ombro é teu, o meu tempo é teu... eu sou teu. Estamos num clima, como o clima que no lado de lá da janela... cinzento e gélido... O tempo trará de volta a normalidade... Je t'aime.

3 comentários:

Soraia disse...

Espero que tudo se resolva rápido ;)

ButterFly disse...

Gosto de saber que sou uma relíquia tua (sinto-me um objecto) hahaha
=) saudades tuas godito até dizia para vires cá na quarta mas é greve geral não há transportes...
Amute

Rolando disse...

olá. muito interessante. apareça lá. abraços.