domingo, 11 de março de 2012

Pensamentos profundos


"Talvez não saiba o que sentes, mas consigo calcular. Olhando para trás, consigo entender-te. No teu lugar possivelmente ficaria igual ou pior. Não há qualquer explicação que justifique cada acto ou cada palavra da minha parte. Sinto cada lágrima tua a tocar o teu peito. Cada sorriso não sentido. Cada mágoa. Não estou tão indiferente quanto possas pensar embora não tenhas outras alternativa. Mostrei aquilo que não sou e que não queria. Gostaria de ter uma borracha e eliminar cada episódio do filme de terror que assististe. Protagonizei algo que sempre te irá marcar. Sempre estive errado e percebi isso tarde. Tão tarde e agora olhando para ti percebo que me devia ter antecipado. Apesar de tudo o que possas pensar, dizer e sentir, continuas no meu coração como sempre estiveste. Talvez a minha ignorância me tenha ultrapassado a mim mesmo, e tenha sido cego ao ponto de não te ver. Mostrei um lado que nem eu mesmo conhecia em mim, e sinto vergonha disso. Sempre estiveste para mim, como eu nunca estive para ti e consigo reconhecer isso. Arrependo-me e bastante! É pena as coisas terem seguido este rumo, mas tenho esperança que tudo um dia mude. Sabes porquê? Porque acredito em ti e acredito em nós. Talvez não hoje mas amanhã. Não consegues perceber que és das pessoas mais importantes para mim e que me preenchem o vazio que sinto em muitos dos meus dias. Tens um lugar reservado no meu coração tenhas a posição que tenhas na minha vida. Será sempre teu. Gostava, e espero, voltar a reconhecer o brilho do teu olhar e a luz do teu sorriso. Sinto saudade disso. Foste alguém especial: Foste quem és e serás quem foste.
Gostaria de regressar atrás e poder devolver-te aquilo que te roubei. Não te pedirei perdão, pois não se pede, mas sim: conquista-se. Continuas a fazer falta à minha vida pois davas cor aos meus dias apesar de sermos opostos em muita coisa. Já dizia alguém: Tinha alguém que não sabia que um tinha tido. Continuo a gostar de ti, não sei bem de que forma, mas da forma como mereces e nunca te mostrei. No meu intimo, continuo a amar-te como no primeiro dia. Um amor em te querer ver bem, feliz e realizada juntamente com a saudade, preocupação e importância que tens."

1 comentário:

Lu disse...

E, quem me dera, que fosse este o texto "para mim". *.*