terça-feira, 29 de março de 2011

"Como saber se sou boa pessoa?"


Hoje, em conversa, perguntaram-me: "O que devo fazer para as pessoas não me acharem má pessoa?". Embora não seja filósofo, nem psicólogo nem nada que se pareça, dei a minha opinião e argumentação.
A questão aqui é ver se realmente se a pessoa acha que é má pessoa. Se não se acha pode, muito bem, ser ela mesma e continuar a ser como é. No entanto, mesmo não deixando de ser quem é poderá emendar alguma coisa que faça ou diga sem querer e que levem as pessoas a pensar tal coisa.
Creio que para sermos a "boa pessoa" devemos ser humildes e sinceros connosco mesmos e com os outros. Podemos ter atenção em não magoar as pessoas com alguns actos que sem querer fazemos ou com algumas palavras por vezes um bocado de "má onda" que muita gente não gosta de ouvir ou se sente mesmo mal em ouvir. Ser boa pessoa creio que é apoiar a outra, é ouvir, é aconselhar, é compreender, é fazer sorrir alguém, é seguirmos os nossos princípios, é não julgar, é não falar nas costas, é sermos directos q.b., é opinar com cuidado sobre cada coisa, é ter atenção no outro, é ser-se verdadeiro consigo mesmo. Basicamente, ser boa pessoa é quase como ser uma pessoa perfeita. Esta não existe, mas existe uma coisa que se chama amizade, e talvez quem souber bem o significado deste conceito, é com certeza, uma boa pessoa.  

8 comentários:

Luís Coelho disse...

Ser boa pessoa ....
Gostava que todas as pessoas fossem boas pessoas. Que fossem cordatos, sinceros, amigos, leais, respeitadores e respeitados....

Hoje consideram-se boas pessoas alguns politicos, gestores e empresários que se apresentam com bons fatos e carros topo de gama....

Por mim considero boas pessoas aqueles que são pessoas com elevados valores morais e humanos.
Simples e construtivos e principalmente solidários com toda a sociedade.

Martinha disse...

Eu concordo contigo. Além de tudo o que referiste como sendo o que é necessário para que se seja uma boa pessoa, as boas pessoas são sobretudo aquelas que se dispõem a ajudar os outros, a dar do seu tempo em função dos outros, de forma sincera, sem segundas intenções escondidas.

Vera, a Loira disse...

Concordo contigo. Eu conheço algumas boas pessoas e muitas que nem por isso.

Só Avulso disse...

Concordo contigo.

Acho, também, que não existem pessoas inteiramente boas ou inteiramente más. Em todos nós há coisas boas e menos boas, umas características são mais fortes que outras e são essas que sobressaiem aos olhos dos outros.
São elas que ajudam as pessoas que nos rodeiam a catalogar-nos como sendo uma boa ou má pessoa. Isso, as nossas acções e os nossos valores.

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Com sensibilidade, conseguimos chamar a atenção sem magoar; dizer o que não querem ouvir... com amizade; com sensibilidade, amamos o amigo, encorajamos, e somos também melhores pessoas. A educação, a sensibilidade, o amor, superarão senmpre a fria inteligência que, só aliada à sensibilidade, se torna útil nas relações intrerpessoais. Há quem chame inteligência emocional.

Um abraço. Gostei. E, por certo, és uma dessas boas pessoas...

mastigada disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
mastigada disse...

Não existem boas pessoas. Talvez mais um grande número de egoístas que têm medo de serem tachados de maus. Então, a grande maioria de nós acaba sendo bom, com medo de ser mau, não porque sente isso no fundo da alma. Além disso, veja que não é possível ser 100% bom, nem Cristo agradou a todos, nem Krishna, nem Moisés, nem Maomé. Eles eram maus? O verdadeiro bem não cabe neste mundo.
Para mim, a única forma de ser uma boa pessoa é não sendo egoísta. Mas somos egoístas por natureza e se não formos egoístas nos arriscamos a sermos bananas explorados pelos outros...Aquelas pessoas que parecem que andam com uma placa de aluga-se pedurada no pescoço. Então, está lançado o paradoxo: como ser bom se, às vezes, o que o outro precisa não exatamente o que ele quer? Devemos ser bons e dar o que ele quer, ou é melhor ser mau e negar-lhe para o seu próprio bem? E se ele não entender isso...

Manuela disse...

Tbm concordo com todos os comentários citados...
E lembrando que ser boa pessoa não é agradarmos o tempo todo todo mundo e sim agradar a nós mesmos, nos sentirmos bem e também agradando algumas pessoas, pois infelizmente não poodemos agradar a todos
Ser nóos mesmos independente do nosso jeito é o essencial