domingo, 1 de abril de 2012

A arte de... pedir!


A associação está a levar a cabo uma campanha de angariação de fundos: peditórios, vá. Tanta aldeia que há por ai, e grande parte das casas, está tudo abandonado. Aldeias tristes, sem brilho nem cor alguma. Só quem andar mesmo a pé a fazer estes quilómetros todos, consegue perceber o estado de cada lugar, o tipo de pessoas, o tipo de habitante e tudo o resto. O mas engraçado é que as pessoas que têm grandes casas e bons carros à porta, são aquelas que, incrivelmente, contribuem menos! Muito menos. Pensei que as pessoas se fossem retrair devido à crise, mas mesmo assim não nos podemos queixar muito. Mas há sempre quem não queria dar nada, e muito menos dinheiro. E pronto, a saga irá continuar nos próximos meses. 

3 comentários:

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Não sei exactamente de que se trata, mas é certo que quem mais tem é sempre quem menos dá...

Bj

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Não sei exactamente de que se trata, mas é certo que quem mais tem é sempre quem menos dá...

Bj

ButterFly disse...

Os ricos são mais agarrados que os pobres, é uma realidade.