sábado, 26 de novembro de 2011

não sei onde estás mas, parabéns.


Gostava de ter tido a oportunidade de te conhecer melhor, mas o destino não quis. Traças-te o teu, e a mim traçaram-me o meu. Passaram 18 anos, mas ainda me lembro de ti. Onde quer que estejas, parabéns pai.

2 comentários:

Luís Coelho disse...

Complicado fazer aqui um comentário.
Recordar o pai e saber do seu aniversário penso que é uma nota muito positiva.

O restante são escolhas que se fizeram e que o tempo não apagou totalmente.

Pink Poison disse...

Realmente é dificil comentar mas a tua atitude foi nobre...