quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Velha infância


Muitas vezes recordo-me dos tempos de infância que estão bem lá longe. A vida tem passado ao seu ritmo constante e ofegante. Existe ainda a réstia de lembrança de tal. É bom, pois a infância forma as pessoas, é assim, é uma etapa, pela qual todos devemos passar com felicidade.
Lembro-me que muito do que passou nesses tempos de infância, e foi aqui neste sitio que muito aconteceu. Muitos sorrisos libertados por nós. Foi aqui que muitas vezes sentiu-se o aroma da inocência que uma dia todos nós tivemos. Muita brincadeira, muita gritaria, muita correria! Tanto coisas boas como más aconteceram, eram presenciadas por todos! 
Hoje tudo mudou, as crianças cresceram, e a inocência, parte dela já não existe [o que acaba por ser bom!], mas tudo ficou mais vazio. Embora nos vejamos todos dias, nada é como dantes.
Talvez cada um tenha seguido o seu caminho, mesmo sei sair daqui. Mesmo sem estarem longe.
Foi aqui! Foi aqui que parecia que o mundo estava na nossa mão. Pelos vistos não estávamos, mas cá continuamos...

2 comentários:

Vera, a Loira disse...

Que saudades da infância e da inocência.

Katia disse...

tb dou por mim km saudades da infancia dos tempos em k os problemas n passavam de um mero arranhao feito por um empurrão de um klk amigo...
bjs*