sábado, 7 de julho de 2012

Mudanças circunstanciais


Por mais que queiramos há coisas que nunca voltam. A vida é como uma escada, vamos subindo degrau a degrau e quando damos por nós vemos que ficaram todos para trás. A vida é a mesma coisa. Vivemos  e essas vivências ficam todas no passado. Tenho sentido mudanças em mim e na minha vida que nunca pensei que fossem acontecer. Nada de extraordinário, é certo, mas não deixam de ser mudanças. Muito se perdeu e nada nem ninguém poderá conquistar isso de novo. As sensações de outrora ainda as sinto, mas a realidade é outra. Nada têm voltado, tem sido tudo diferente. Parece que muitas das pessoas que fizeram parte da minha vida começaram a fazer a sua própria vida. Sinto que se esqueceram do quão bom foi. O passado tem disto: simplesmente não volta. Há coisas que se mantêm em nós, mas há coisa que acabam por desaparecer. No entanto há coisas que nunca vão mudar. Coisas que são eternas. Coisas essas que sim, deviam mudar e para melhor. Irei continuar a recordar tudo como uma dia foi, talvez um dia regresse a onde estive...

2 comentários:

Liliana Costa disse...

Realmente ha coisas e ha sensacoes que nunca mais voltam, passam simplesmente a ser memorias. Mas ha que seguir em frente e procurar viver os bons momentos do presente, e ha sempre no meio de tudo isto pessoas importantes que continuam ao nosso lado apesar de tudo, e so por isso ja vale a pena

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Por vezes os outros podem seguir a sua vida sem que por isso se esqueçam de nós... mas também nos cabe a nós guardar as lembranças e visita-las de quando em vez, sem por isso hipotecarmos o nosso presente que reclama mais, que continua a reclamar ser..

Mas entendo-te tao bem...