terça-feira, 3 de janeiro de 2012

sou assim porque nasci assim.

Por mais tempo que passe, por mais pessoas que tenham passado na minha vida e momentos que tenha passado, chego à conclusão que nunca ninguém me percebeu. Nunca ninguém me sobe ver como eu era, o que queria, como se sentia... Muitos sabiam me julgar, mas no fundo nunca ninguém soube ler as minhas atitudes, as minhas formas de falar, estar e viver... Também é pouco importante, mas penso que não haja ninguém que me conheça do modo como eu gostava que me conhecesse. Não podemos agradar a todos. Nem Deus agradou, portanto. Não quero ser melhor que ninguém, só quero que me deixem ser eu, e que acima de tudo gostem de mim como eu sou.

4 comentários:

Nicole disse...

Bem podes crer !! Devíamos ter um botão para desviar esses pensamentos :)

Quanto ao teu texto, fofinho sê tu mesmo e quem não gostar, azar, de certeza que não te merece ;)

catherine disse...

Hum... Isso parece-me uma indirecta a alguém, será? Ou apenas um desabafo? É como eu digo, não há ser mais cruel que o homem, magoa quem o ama sem se importar... Sê tu mesmo, e se queres que te conheçam como és, dá-te a conhecer... :) Não sei...

Bjinho **

Nicole disse...

"Azarito", ponha-se a andar :D *

Beatriz R. disse...

Gostar de ti como és, de certeza que haverá muita gente! Quanto a conhecer-te assim tão bem... Eu acredito que, caso isso seja possível, apenas uma pessoa no mundo o poderá fazer.. Mas o que sei eu..? :)