sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Não encontrarei alguém como tu.



São quatro anos. Quatro anos que passaram a voar, mas antes não tivesse passado tanto tempo. Há quatro anos que partiste mas ainda permaneces no nosso coração. Lembro-me de ti da mesma maneira. Mas o destino foi cruel. É triste e deixa-me sempre cheio de perguntas: porquê? porque teve de acontecer? Dava tudo para poder estar contigo outra vez, amigo. Passe o tempo que passar, nunca encontrarei ninguém como tu. Onde quer que estejas, estou contigo. Estás em nós. Com muita saudade. Até sempre, João M.

7 comentários:

Corina de Oliveira disse...

Como tu dizes... está convosco!

Ora então faz favor de aproveitar o fim-de-semana!
Beijocas ***

Katia disse...

As pessoas so partem fisicamente, no nosso coração permanecem.
Um Bj bem grande p ti e um excelente fds

Ana Sá disse...

Quem amamos nunca morre no nosso coração, não é verdade?

driftin' disse...

É verdade que ficam connosco aqueles a quem amamos e, às vezes, chegam mesmo a habitar o silêncio que nos preenche o olhar, mas é tão pouco...

...Falta o sorriso. Faltam as mãos para tocar. As palavras parecem pobres e os dias vão-se subtraindo às próprias horas.

Só não se esgota a saudade!

Jane Magalhães Monteiro disse...

a musica é muito linda :)

ASemNome disse...

Amo a música! WT :D
Beijinhos*
__________

http://amanha-ha-mais.blogspot.com

Liliana Costa disse...

As pessoas marcantes vivem para sempre no nosso coracao e passam a fazer parte de nos e de quem somos :)