quinta-feira, 21 de março de 2013

Dias que foram assim...

"Foi como um episódio que começou há muito tempo. Destinos que desde cedo se cruzaram e que nunca mais se afastaram. Era nas noites tórridas, a meio do ano, que se cruzavam. Era uma magia única, especial e sincera. Algo que não acontecia no cinzento e no frio do final do ano... A essência acompanhou-os e juntos cresceram e acompanharam importantes etapas, importantes mudanças. O tempo passara e apesar de muita alegria, muita mágoa nasceu. Tempos de luta complicados, difíceis mas sem nunca desistir... Até um dia que tudo mudou, os caminhos afastaram-se e cada um seguiu, com o seu coração. Hoje, hoje tudo mudou, resta a lembrança, ficou a saudade."

1 comentário:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

O amor tem destas cores e quando sobram as mágoas sobra sempre o pior que identifica os intervenientes.

No fim de vários dias, meses, anos de vida e de convívio deverá fortificar-se o amor e a compreensão.

Quando o melhor está na separação então que fique o amor e o respeito e que nunca deixem as mágoas tomar o lugar do amor.