quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Herra mas não erres


Sei que tenho vindo a errar e por mais voltas que dê não posso mudar nada. Vivemos a errar e a aprender com esses mesmos erros. Quer dizer, nem sempre. Tenho errado e aquilo que tenho aprendido tem sido bastante, mas insisto em bater com a cabeça de novo. Deixei de acreditar em mim e naquilo que um dia sei que cheguei a ser. É estranho. Não são desculpa para poder continuar a errar de novo pois não é isso que quero. Quero mudar, quero crescer. Quero continuar a tentar dar o melhor de mim... para mim e para os outros. Gostava de renascer e sentir toda aquela essência que se perdeu. Gostaria de ser uma nova pessoa e pode mostrar realmente quem sou. Não queria ter magoado pessoas, não queria dizer e fazer coisas que disse e fiz. Queria simplesmente desaparecer e voltar a aparecer como se nada fosse. Anseio por descobrir quais são verdadeiramente os meus sonhos e traçar de uma vez por todas os meus objectivos. Sinto-me à deriva neste mar de expectativas, mas de quê? Não sei, mas queria saber, queria mudar, queria aproveitar a vida, quero ser e fazer feliz.

1 comentário:

catherine disse...

Afilhado, a imagem tem um erro ortografico... lol